Shows de ópera e performance sonora acontecem neste sábado (15) e domingo (16) na MOPI de Música 2018

Projeto “Cenas de Ópera”, dos artistas Antônio Souza, Liana Fonteles e Giorgi Gelashvili, com participação de Daniel Sombra, Iuri Cavalcanti, Antônio Garcia Junior, Douglas Veras e do pianista Vitor Duarte. Foto: Joyce S. Vidal

 

Apresentações dos projetos “Cenas de Ópera” e “Horizonte Aparente” marcam final de semana da Mostra de Artes do Porto Iracema (MOPI)

Composto por projetos que vão da música popular do Cariri à música erudita e do eletrônico experimental ao instrumental, a edição 2018 do Laboratório de Música do Porto Iracema das Artes continua com as apresentações dos projetos “Cenas de Ópera” e Horizonte Aparente” sobem no palco do teatro da CAIXA Cultural Fortaleza, neste final de semana, dias 15 e 16 de dezembro. O acesso é gratuito.

O resultado das investigações artísticas dos projetos do Lab.Música na 6ª edição da Mostra de Artes do Porto Iracema iniciaram no último final de semana, com projetos “Arquelano: ainda sou ponto” e “Caboco Eletrônico”.

Música erudita e performance sonora

O palco do Teatro da CAIXA Cultural Fortaleza vai receber no próximo sábado (15), às 16h, a o projeto “Cenas de Ópera”, dos artistas Antônio Souza, Liana Fonteles e Giorgi Gelashvili, com participação de Daniel Sombra, Iuri Cavalcanti, Antônio Garcia Junior, Douglas Veras e do pianista Vitor Duarte.

Sob a tutoria da cantora, bailarina e professora da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio), Doriana Mendes, e acompanhamento cênico da cantora cearense Marta Aurélia, “Cenas de Ópera” traz no repertório composições de peça de Mozart, Verdi, Puccini, Purcel, Monteverdi, Handel e do cearense Tarcísio José de Lima (cena da ópera Moacir das Sete Mortes e a Vida Desinfeliz de um Cabra da Peste). A apresentação inicia às 16h e os ingressos serão entregues uma hora antes do início da apresentação, na bilheteria.

Projeto “Horizonte Aparente”, dos artistas Ayrton Pessoa Bob, Jônatas Gaudêncio e Raí Santorini. Foto: Pâmela Soares

Já no domingo, 16 de dezembro, também às 16h, é a vez do projeto “Horizonte Aparente” , dos artistas Ayrton Pessoa Bob, Jônatas Gaudêncio e Raí Santorini, com tutoria do músico e produtor Benjamim Taubkin. Trabalhando com colaborações de texto e performance, o show se constrói numa sobreposição de paisagens e narrativas de viagem, oscilando entre densidade e esvaziamento na composição sonora e visual, abrindo um passeio poético pela mitologia, astronomia e cotidiano.

O projeto é o encontro de dois músicos e um iluminador. Ayrton Pessoa Bob assume o descontrole das programações, do acordeon e das composições, enquanto Jônatas Gaudêncio conduz a vasta sonoridade do clarinete e Raí Santorini cria ambientes visíveis para imersão nas transformações de som-luz. A apresentação contará com a participação dos artistas do projeto “Cavalgada Selvagem”, do Laboratório de Dança 2018: Diogo Braga, Natália Coehl e Thales Luz. Os ingressos serão entregues uma hora antes do início da apresentação, na bilheteria.

Serviço:
O quê: MOPI 2018 do Laboratório de Música
Quando: 15 e 16 de dezembro, às 16h
Onde: Teatro da CAIXA Cultural Fortaleza
Gratuito

O quê: MOPI 2018 do Laboratório de Música, com o projeto “Cenas de Ópera”
Quando: 15 de dezembro, às 16h
Onde: Teatro da CAIXA Cultural Fortaleza (Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema)
Gratuito e aberto ao público

O quê: MOPI do Laboratório de Música, com o projeto “Horizonte Aparente”
Quando: 16 de dezembro, às 16h
Onde: Teatro da CAIXA Cultural Fortaleza (Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema)
Gratuito e aberto ao público