Divulgada lista de selecionados para residência artística com Daphnis Kokkinos, da companhia de Pina Bausch

Com o tema “10 anos sem Pina”, residência será de 23 de julho a 3 de agosto. Ação é realizada pelo Porto Iracema e a Bienal Internacional de Dança do Ceará, em parceria com o Theatro José de Alencar e a Vila das Artes

Nesta quarta-feira (17), a Escola Porto Iracema das Artes divulga a lista dos 22 selecionados para a residência artística com o grego Daphnis Kokkinos, bailarino e diretor assistente da Tanztheater Wuppertal Pina Bausch, único artista presente em todas as obras da Companhia e que esteve junto da alemã em suas últimas criações. A formação compõe a série de ações “10 anos sem Pina”, em homenagem à artista, realizada pelo Porto Iracema das Artes, por meio dos Laboratórios de Dança e de Teatro, e da Bienal Internacional de Dança do Ceará, em parceria com o Theatro José de Alencar e a Vila das Artes.

Voltada para bailarinos profissionais ou estudantes, a residência selecionou 22 participantes a partir de análise curricular. As inscrições ficaram abertas entre 1º e 12 de julho, no site do Porto Iracema das Artes. A primeira semana de aulas, de 23 a 27 de julho, será realizada no Theatro José de Alencar. E a segunda, de 29 de julho a 3 de agosto, no Centro de Narrativas Audiovisuais do Porto Iracema, o CENA 15, sempre das 14h às 20h.

Ao final das duas semanas de residência, será realizada uma abertura de processo como desdobramento da ação e o trabalho será incluído na programação oficial da XII Bienal Internacional de Dança do Ceará 2019, que acontecerá em outubro. Nos meses de setembro e primeira quinzena de outubro, os participantes terão encontros a serem marcados posteriormente para os ensaios do trabalho.

Ao se inscreverem, os artistas assumiram que estarão disponíveis para todo o período e horários da residência, assim como para realização das duas aberturas de processo previstas. Em caso de não comparecimento, os suplentes serão chamados para assumir as vagas correspondentes.

Confira as listas de selecionados e suplentes:

1. Alda B de P Pessoa

2 .Aline Monteiro Albuquerque

3 .Antonio Romario Leite Santiago

4. Carlos Fabiano Veríssimo Correia

5. Daniela Yara Cantillo Castrillon

6 .Dayana Ferreira de Souza

7. Francisco Diassis de Sousa Guerreiro Filho

8 .Francisco Sebastião Frota Da Costa

9. Jamerson Renan de Sousa E Silva

10.Joalano Paulino da Silva

11.João Paulo de Oliveira Lima

12.Luiz Paulo Aragão de Melo

13.Maíra Alves dos Santos Silva

14.Marcos Fauller Silva de Freitas

15.Rafael Gomes de Araujo

16.Rafael Sousa de Abreu

17.Renata Soares Arruda Linhares

18.Sâmya Raquel Cavalcante de Lima

19.Silvana Marques Filho

20.Thaís Freitas Silva

21.Thiago Mota Torres

22.Wilemara Santos Barros

SUPLENTES

1.Gabrielle Dantas Mota

2.João Felipe Quirino Silva

3.Tayana Meyre Fernandes Tavares

4.Amanda Teixeira

5.Victoria Graciela Souza de Andrade

 

SOBRE A RESIDÊNCIA

Daphnis Kokkinos começa com um treinamento de dança moderna inspirado em Hans Zullig (Companhia Kurt Jooss) e Alfredo Corvino (Juilliard School). Uma sequência de movimentos servirá como base para inspirar os dançarinos a encontrarem seus próprios movimentos. A partir de perguntas e situações, os bailarinos poderão reagir e criar movimentos que pertencem unicamente a eles, livres para explorar seus sentimentos mais íntimos e transformá-los em dança e teatro. O coletivo chegará a uma caminhada conjunta que parte da procura do que nos move.

SOBRE DAPHNIS KOKKINOS

O artista nasceu em 1965 na Grécia. Estudou na State School of Dance, em Atenas, Greek American Union e Young Theatre of Crete. Desde 1993 compõe o corpo de bailarinos da Tanztheater Wuppertal Pina Bausch e, a partir de 2002, foi assistente da Pina Bausch. Continua a dirigir as obras nas quais trabalhou com a alemã.

PINA BAUSCH E TANZTHEATER WUPPERTAL

Uma das mais importantes criadoras da dança no século XX, Pina Bausch foi precursora da dança-teatro, o Tanztheater, expressão que dá nome à sua companhia. Na pequena cidade de Wuppertal, as sementes foram plantadas para uma revolução que serviu para emancipar e redefinir a dança através do mundo. Pina fez da necessidade universal a chave do seu trabalho: o amor, a intimidade e a segurança emocional. Ao longo dos trinta e seis anos em que lapidou o trabalho da Tanztheater Wuppertal até sua morte em 2009, ela criou uma obra que lança um olhar único para a realidade.

Com a vontade de manter vivo o trabalho de Pina Bausch, a companhia Tanztheater Wuppertal continua viajando por todo o mundo, apresentando as mais de quarenta obras que foram criadas pela coreógrafa. Além disso, hoje, os bailarinos da companhia também disseminam as técnicas da mestra com oficinas e criações próprias inspiradas nos princípios e processos com ela experimentados.

SERVIÇO

O que: Divulgada lista de selecionados para residência artística com Daphnis Kokkinos, da companhia de Pina Bausch

Quando:

23 a 27 de julho no Theatro José de Alencar (R. Liberato Barroso, 525 – Centro)

29 de julho a 3 de agosto no CENA15 (R. José Avelino, n° 495 – Praia de Iracema)

Horário: 14h às 20h

GRATUITO

 

Assessoria de Comunicação Porto Iracema das Artes | Raphaelle Batista

Publicado em 17/07/2019.